Serra do Corvo Branco

Serra do Corvo Branco
Serra do Corvo Branco

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Pedal na Noite 25 02 2015

Olá Galera
Ontem fizemos jus ao que estão dizendo sobre nosso pedal.
Foi rápido, fizemos os mesmos trajetos, Santinha, com uma paralização de caminhões muito grande, dos dois lados da faixa, na altura do antigo Bertol, tivemos que ir serpenteando entre os caminhões para chegar na Santa.
A mesma coisa na volta, depois Cidade Nova e voltamos para o centro, alguns seguirão para São Cristóvão, eu e mais o amigo Juarez fomos para o já tradicional pedal gastronômico.
Até.
 

 

domingo, 22 de fevereiro de 2015

Carnabike 2015

Olá Galera

Quando em 2010 participamos do Vale Europeu, não imaginávamos que estaríamos iniciando uma serie de ciclo turismo de maior orgulho de nosso grupo, batizamos a série de “CARNABIKE”. Carnabike, como o próprio nome já sugere, é um carnaval de bicicleta.
Depois do Vale Europeu, veio Aparados da Serra, Serra Catarinense, descendo Rio do Rastro, Canela e região, e agora circuito Cascatas e Montanhas.
  Já fizemos também, Costa Verde e Mar, Rota dos Moinhos (2X), Erechim a Três Arroios, Vila Maria, vários Tropeiro Camponês e Salamarias, Marcelino Ramos, Caminho das Missões, Ibiaça, Caminhos de Pedra, e etc.
Como de costume, o roteiro, reserva em hotéis, e demais cuidados é por conta do Miguel Quevedo e Cesar de Oliveira.
Com o passar dos anos surgem novos membros, e alguns que não retornam mais com a galera.
Mas o que podemos dizer é que sempre é muito gostoso e divertido, e o principal, o pedal, é ótimo, os caminhos são maravilhosos.
Este ano como já falei fizemos o Circuito Cascatas e Montanhas, originalmente ele sai de Rolante, nós saímos de Taquara, pois um hotel de Rolante desmarcou nossas reservas, em virtude disto e com o intuito de aumentar a quilometragem, nosso percurso passou os 210 km, no roteiro original é de 123 km, muito pouco para nosso grupo. Kkkk.

Primeiro dia.
Depois do café da manhã reforçado, saímos para as várias subidas, (característica deste circuito, muitas subidas), passamos pela Cascata do Monge, com 680 metros de altitude.


Foto Cesar
Foto Pedal na Noite

Foto Pedal na Noite
Quem bateu esta?


Foto Pedal na Noite



 Canta Galo, Riozinho, uma cidadezinha que é um encanto. Seguimos passando por Cascata do Chuvisqueiro e chegando ao final do primeiro dia em Boa Esperança.
Foto Miguel Quevedo

Pousada Boa Esperança - Foto Miguel Quevedo

Cascata Três Quedas - Foto Miguel -
Foto Pedal na Noite


Ali, eu que estava sozinho no momento, me passei e continuei em frente, a partir deste ponto fora do roteiro, desci aproximadamente 13 km, quando me dei conta tive que subir de volta, cheguei já noite deixando meus amigos muito preocupados, pois já tinham saído com o carro de apoio para me procurar e como não encontraram...
Neste dia tivemos o melhor do ciclo turismo, (antigo convento de freiras) hoje pousada, atendido pela família, comida gostosa, vinho e suco de uva caseiro, uma delicia, o café da manhã então...
Segundo dia.
Após fotos e manutenção das bikes saímos para o segundo dia, mais ameno, logo de inicio a subida mais extensa do trajeto (Caconde), mas depois ficou mais plano o terreno. Desta vez mais gente errou o caminho, pois num determinado momento o certo era saír do roteiro original, indo em sentido contrario da placa indicativa, como tinha uma galera mais a frente e não sabia da alteração seguiu o roteiro original do circuito. Mas como o Miguel sabia que o pessoal tomaria aquela direção, o carro de apoio foi atrás do pessoal e logo botou a galera nos trilhos.
Foto Pedal na Noite

Foto Pedal na Noite

Foto Pedal na Noite

Foto Pedal na Noite

Cicloturista Solo - Foto Pedal na Noite

São Francisco de Paula. Foto Pedal na Noite

Pedalando pela região Campos de Cima da Serra, as paisagens eram de parar e tirar fotos. Neste trecho tive meu segundo problema, uma gancheira quebrada, adaptação feita de forma excelente de Chico (Gigante Bike), me possibilitou terminar o passeio. Valeu Chicão.

Chegando a São Francisco de Paula, podemos admirar toda a beleza desta linda cidade, com o Lago São Bernardo, fora de série, e depois fomos ao Parque das Cachoeiras, a noite jantar num pequeno restaurante, muito bom e barato.
São Francisco de Paula - Foto Miguel Quevedo

Vale das Cascatas - Foto Miguel

Foto Miguel


  Nossos aposentos nesta noite foi em um hotel que a mais de 100 anos atrás foi um hospital para tuberculosos, coisas muito antigas, móveis, utensílios, mas bem conservados, limpo, bom café, interessante.
Foto Pedal na Noite
Foto Pedal na Noite


Terceiro dia
Após café e revisões nas maquinas ,saímos para o ultimo dia este era um dia de descidas, pedal tranquilo, com três fatos marcantes:
-Primeiro uma barragem de captação de água de São Chico, aonde tiramos várias fotos, um lugar muito bonito.
Foto Miguel

Foto Miguel

Foto Pedal na Noite
-Segundo o casarão estilo Enxaimel (construção Alemã), com mais de cem anos aonde fizemos o batizado de um integrante, de surpresa, farinha e ovos, um barato o batizado, Luciano se portou de forma exemplar, com muita alegria e esportividade, parabéns Luciano. Seguimos em frente, tirando uma foto muito bacana no muro da igreja.

Foto Pedal na Noite


Foto Pedal na Noite


Nosso piloto de apoio Paulo Quadros - Foto Pedal na Noite

Foto Pedal na Noite


Batismo no Luciano - Foto Cesar

-Terceiro, de uma brincadeira foi pendurada uma bike na árvore, logo estavam todas as bikes penduradas, muito bacana.



Chegando perto de Taquara sentimos aquela sensação de alívio de ter completado o circuito, mas surge àquela outra sensação, e agora... Terminou. Mas sempre tem mais, ano que vem, talvez à volta ao início, o melhor, o mais incrível, o mais envolvente “Vale Europeu”, quem sabe? Carnabike 2016 já começamos a sonhar.


video

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015

AUDAX 200 KM fevereiro de 2015

Olá Galera
Após participar do primeiro Audax de Passo Fundo, parecia que pela segunda vez,  não poderia participar de outro, pois na segunda e terceira edição das provas sofri acidentes com suturas pouco dias antes. Com quinze dias após o corte, com tres pontos ainda na canela, e não bem cicatrizado, esperimentei calçar as sapatilhas e dar um giro, me apavorei, pois não consegui caminhar direito, a lingueta da sapatilha dava exatamente no corte, mas para minha surpresa e uma atadura protetora, blz, pedalando não incomodava nada,  sim, era possível.
Tudo preparado no sábado a tarde, bice lavada, lubrificada, gel, camara, Co2, suplementos, despertar 5 horas.
Cheguei mais cedo desta vez para a vistoria, na primeira prova, com o inicio do horário de verão quase me dei mal na primeira edição, correria aonde deveria ser de calmaria. 
Vejo a galera chegando, bati algumas fotos, participei de outras, um gel, uma banana e o Isac passa as ultima e importantes dicas.
Larguei bem na frente, e me mantive numa média de quase 30 km/h até o PC no Fratelli. Até ali todo mundo bem, disposto e um clima festivo entre os participantes, 60 km rodados.
Neste trecho rodei com uma galera, entre eles o amigo Fabio Woitchunas.
Parti para o segundo trecho até Charrua, neste trecho vi que não deveria manter o mesmo ritmo, os quinze dias sem pedalar para favorecer a cicatrização, agora estava cobrando o seu preço.
Com as estradas tranquilas, fui proseando com outros "audaxes", este é o maior segredo, devagar se vai ao longe e integração.
Em Charrua uma surpresa, um risoto de frango feito pelo pessoal do Vitafood, muito bem feito, gostoso, em um local improvisado, meus parabéns.
Não me demorei muito, dei uma renovada no bloqueador, e parti rumo Floriano Peixoto, a tranquilidade e beleza da região então agora era fantástica. O pc de F.Peixoto era somente de controle de passagem, feito isto iniciei a volta, ali pedalei até Getúlio com o Euclides Schiavenin, disse ele, Passo Fundo e mais duas outras cidades são imperdíveis, e olha o cara não perde um Audax, até março ele esta com agenda cheia, em Getúlio encontrei um ciclista que não estava participando do Audax, ele tem uma bicicleteria em Getúlio e colecionador de bikes, mais de 150, tendo exposto algumas em Passo Fundo a uns tempos atrás. Neste ultimo PC antes da chegada foi onde dei um tempo maior para descanso, tomar umas garrafas de  agua, picolé e refrescar a face com bastante água.
Descansado parti junto com o Cláudio A.Henkes, personal trainer em Ibirubá, fazendo os 200 km pela segunda vez, e até então o único a fazer o Audax na cidade. Paramos no pedágio para curtir o picolé dado pela organização, uma delícia (Gellus) experimentei o de amora, com cobertura de chocolate branco.
Faltando pouco mais de 20 km , partimos, chegando na UPF em torno de 16:20, sendo recebido com saudação de amigos e assistentes, bem legal.
Bom, foi uma beleza, muito bem organizado, tudo certinho, muita gente ajudando, voluntários, frutas, água, refeições.O que mais pooso dizer? Voltaremos.
Vídeo UPFTV aqui.




Largada









Amigo Claudio

Quando um mija ...